Seguidores

TRADUTOR

domingo, 31 de julho de 2011

VIDA E ORAÇÃO A SANTA MARIA MADALENA

SANTA MARIA MADALENA

(22 de Julho)

ORAÇÃO A SANTA MARIA MADALENA
Protetora das mães solteiras

Santa Maria Madalena, vós que ouvistes da boca de Jesus estas palavras: “Muito lhe foi perdoado porque muito amou... vai em paz, os teus pecados estão perdoados”, alcançai-me de Deus o perdão dos meus erros e pecados, deixai-me participar do ardente amor que inflamou o vosso coração, para que eu seja capaz de seguir a Cristo até o Calvário, se for preciso e assim, mais cedo ou mais tarde, tenha a felicidade de abraçar e beijar os pés do divino Mestre.

Como Jesus ressuscitado vos chamou pelo nome: “Maria!” Ele chame também pelo meu nome.., e eu nunca mais me desvie do seu amor, com recaídas nos erros do meu passado.

Santa Maria Madalena, eu vos peço esta graça, por Cristo Nosso Senhor. 

Que Assim Seja.

VIDA DE SANTA MARIA MADALENA

Embora fosse apenas uma pecadora famosa de sua cidade, Maria Madalena, nascida em Magdala, na Galiléia, teve uma participação importantíssima na passagem de Jesus pela Terra. Ela foi perdoada publicamente por ele, que a tomou como exemplo de que seu Pai acolhia a todos, desde que chegassem ao arrependimento. Além disso, foi, ainda, a escolhida para ser a primeira testemunha da ressurreição.

Madalena ouvira falar de Jesus, pois a fama dos milagres dele corria entre o povo. Ele já ressuscitara mortos, devolvera a visão a cegos, colocara voz na boca de mudos e audição nos ouvidos de surdos, além de fazer andar paralíticos e curar doentes de todos os tipos. Assim, no dia em que Jesus participava de um banquete na casa de Simão, o fariseu, Maria Madalena resolveu fazer uma confissão pública de arrependimento, porque o seu pecado era público, como diz a Sagrada Escritura.

Invadindo o local da ceia, ela não ousou olhar para Jesus. Apenas ajoelhou-se na sua frente, banhou seus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos, num pedido de perdão mudo. Impressionados, os presentes imaginavam que ela fosse ser repudiada pelo Mestre, que, todavia, disse à mulher: "Foram-lhes perdoados os seus muitos pecados, porque você muito amou". Com o coração em paz, ela saiu dali ainda em prantos, mas feliz. A partir desse dia, tornou-se uma das mais fiéis seguidoras do Messias.

Ela estava ao lado de Maria quando da crucificação do Senhor e, na madrugada da Páscoa, era tanta a saudade que sentia de Jesus que foi chorar à porta do sepulcro. De repente, ouviu a voz, que jamais esqueceria, chamar seu nome. Assim, as profecias cumpriram-se diante de seus olhos. Jesus ressuscitara!

Está escrito: "No dia da Páscoa, Jesus apareceu a ela e a mandou ir anunciar a sua ressurreição aos discípulos". Depois disso, segundo uma antiga tradição grega, Maria Madalena teria ido viver em Éfeso, onde morreu. Lá, tinham ido morar também João, o apóstolo predileto de Jesus, e Maria, Mãe de Jesus.

A liturgia bizantina celebra-a como "Apóstola dos Apóstolos", para que continue a sua missão de anunciar a ressurreição do Senhor no seu rito apostólico. Festejada no dia 22 de julho, santa Maria Madalena tornou-se a padroeira de muitas ordens religiosas, sendo venerada até mesmo pelos padres predicadores.

Fonte Site Quiosque Azul.

VIDA E ORAÇÃO A SÃO JOAQUIM E SANTA ANA

SÃO JOAQUIM E SANTA ANA


(26 de Julho)

ORAÇÃO A SÃO JOAQUIM E SANTA ANA
Oração pelos Avós e Idosos

Ó beatíssimos pais da Mãe de Deus, São Joaquim e Santa Ana, eu vos saúdo e bendigo com devoção e amor.

Alegro-me de todo o coração pela vossa glória e por aquela sublime prerrogativa pela qual Deus vos escolheu para serdes os pais da Mãe de Deus, Maria Santíssima.

Rogai por mim a Jesus e a Maria para que eu os agrade em tudo.

Tende piedade de mim como os pais têm de seus filhos.

Sede meus consoladores na vida e na morte.

Assisti-me na minha última agonia, para que dignamente receba os santos sacramentos da Igreja e, partindo deste mundo com o coração contrito, possa chegar ao céu.

Que Assim Seja.

ORAÇÃO A SÃO JOAQUIM

Ó grande patriarca São Joaquim, nosso glorioso padroeiro, nós, devotos vossos, nos regozijamos com o pensamento de terdes sido escolhido entre todos os santos, para cooperar nos mistérios divinos e enriquecer o mundo com a bem-aventurança Mãe de Deus e nossa, vossa filha Maria Santíssima.


Por este singular privilégio, sois poderosíssimo junto à Mãe e o Filho de Deus, de sorte que não há graça que não possais alcançar. 

Recorro a vós, animado por essa confiança plena, pedindo vossa valiosíssima proteção e recomendando-vos todas as minhas necessidades espirituais e temporais bem como as da minha família. 

Peço-vos, ó glorioso santo, a graça especial de (pedido) e espero obtê-la pela vossa paternal intercessão.

Peço particularmente a graça do amor perseverante a Jesus e Maria, a fim de que eu viva e morra na fé, esperança e caridade, invocando também o vosso bendito nome.

Que Assim Seja.

VIDA DE SANTA ANA E SÃO JOAQUIM

Ana e seu marido Joaquim já estavam com idade avançada e ainda não tinham filhos. O que, para os judeus de sua época, era quase um desgosto e uma vergonha também. Os motivos são óbvios, pois os judeus esperavam a chegada do messias, como previam as sagradas profecias.

Assim, toda esposa judia esperava que dela nascesse o Salvador e, para tanto, ela tinha de dispor das condições para servir de veículo aos desígnios de Deus, se assim ele o desejasse. Por isso a esterilidade causava sofrimento e vergonha e é nessa situação constrangedora que vamos encontrar o casal.

Mas Ana e Joaquim não desistiram. Rezaram por muito e muito tempo até que, quando já estavam quase perdendo a esperança, Ana engravidou. Não se sabe muito sobre a vida deles, pois passaram a ser citados a partir do século II, mas pelos escritos apócrifos, que não são citados na Bíblia, porque se entende que não foram inspirados por Deus. E eles apenas revelam o nome dos pais da Virgem Maria, que seria a Mãe do Messias.

No Evangelho, Jesus disse: "Dos frutos conhecereis a planta". Assim, não foram precisos outros elementos para descrever-lhes a santidade, senão pelo exemplo de santidade da filha Maria. Afinal, Deus não escolheria filhos sem princípios ou dignidade para fazer deles o instrumento de sua ação.

Maria, ao nascer no dia 8 de setembro de um ano desconhecido, não só tirou dos ombros dos pais o peso de uma vida estéril, mas ainda recompensou-os pela fé, ao ser escolhida para, no futuro, ser a Mãe do Filho de Deus.

A princípio, apenas santa Ana era comemorada e, mesmo assim, em dias diferentes no Ocidente e no Oriente. Em 25 de julho pelos gregos e no dia seguinte pelos latinos. A partir de 1584, também são Joaquim passou a ser cultuado, no dia 20 de março. Só em 1913 a Igreja determinou que os avós de Jesus Cristo deviam ser celebrados juntos, no dia 26 de julho.

Fonte: Site Quiosque Azul.

sábado, 30 de julho de 2011

ORAÇÃO PARA TER FÉ


No Vosso amor e no de Vosso santo nome, aumentai sempre em mim a fé: uma fé reta, uma fé santa, uma fé pura, uma fé apostólica, uma fé católica, uma fé ortodoxa; uma fé sempre vitoriosa, uma fé muito ardente, uma fé muito prudente; uma fé ornada com todos os bens e com todas as virtudes, uma fé que, em mim, opere tudo o que julgardes conveniente, pela caridade e pela humanidade; uma fé que não possa ser vencida nas discussões, no tempo da perseguição ou no dia da necessidade.

Eu Vos suplico em nome do Vosso Filho Bendito, fazer que sempre, por Vossa graça, essa fé em Vós, expressa por minhas palavras, seja sempre manifestada em minha vida, pela bondade e pela retidão de meus atos.

Que Assim Seja.

domingo, 17 de julho de 2011

PRECE DE ESPERANÇA

ESPERANÇA

Senhor, que jamais desistamos de Vos seguir, deixemos de ter esperança de um amanhã melhor, pois, se estais conosco, lançaremos nossas redes quantas vezes for necessário, sempre no otimismo de que conseguiremos tudo o que almejamos, se estivermos unidos a vós e vivendo a Vossa vontade.

Sabeis sempre o que nos é melhor.

Senhor, dai-nos uma sincera entrega, abandono, confiança total em Vós, pois nada vos entristece mais do que a nossa falta de confiança em Vosso tão santo e perfeito amor.

Senhor, percebo que não valorizo a paz, se não passo antes pela dor.

Ensinai-me a ser sempre grata (o), não me detendo no que nos falta, mas em tudo o que me concedeis por Vossa imensa bondade.

Que após a dor de um santo calvário, conheça a alegria  de uma feliz e santa ressurreição.

Que Assim Seja.
Fonte: Site Portal Angels.

VIDA E ORAÇÃO A SANTA MARIA GORETTI

SANTA MARIA GORETTI


(06 DE JULHO)

ORAÇÃO A SANTA MARIA GORETTI

Ó Deus, que pela inocência e fortaleza de Maria Goretti transformastes o coração do assassino Alexandre, fazei que Santa Maria Goretti atinja os corações de todos aqueles que são tentados pela paixão desordenada da impureza; e pela intercessão da Santa tenham a força e a graça de vencer a tentação impura.

Ó Deus, fazei também que todas as jovens se inspirem no exemplo de pureza e de fortaleza de Santa Maria Goretti.

Isto vos pedimos por Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. 

Que Assim Seja.

VIDA DE SANTA MARIA GORETTI

Maria Goretti, humilde camponesa, nasceu em 16 de outubro de 1890 na cidade de Corinaldo, província de Ancona, Itália. Seus pais, Luiz e Assunta, criavam os sete filhos em meio à penúria de uma vida de necessidades, mas dentro dos preceitos ditados por Jesus Cristo.

A menina Maria, por ser a mais velha, cresceu cuidando dos irmãos pequenos em casa, enquanto os pais labutavam no campo. Uma de suas irmãs, mais tarde, tornou-se freira franciscana. As dificuldades financeiras eram tantas que a família migrou de povoado em povoado até fixar-se num povoado inóspito chamado Ferrieri. Nessa localidade, a família passou a residir na mesma propriedade de João Sereneli, ancião de sessenta anos de idade que tinha dois filhos, Gaspar e Alexandre, este com dezoito anos de idade. Assim, todos trabalhavam na lavoura enquanto a jovem Maria cuidava da casa e dos irmãos pequenos.

Desse modo, Maria nunca pôde estudar, mas ao lado da família sempre freqüentou a igreja. Ela só estudou o catecismo para fazer a primeira comunhão, aos doze anos de idade, um ano após a morte de seu pai. Quando isto ocorreu, o senhor João, compadecido, manteve tudo como estava, contando apenas com a viúva para o trabalho na lavoura. Porém o problema era seu filho Alexandre, que passara a assediar Maria. Apesar da pouca idade, ela era bonita e bem desenvolvida, já atraindo os olhares masculinos. Como recusasse todas as aproximações do rapaz, este se irritou ao extremo. Até que, no dia 5 de julho de 1902, ele perdeu a razão e a tragédia aconteceu.

Naquele dia, Alexandre trabalhava ao lado de Assunta quando inventou um pretexto, deixou a lavoura. Foi para o lar dos Goretti portando uma barra de ferro com ponta afiada, sabia que Maria estaria sozinha e indefesa. Primeiro insinuou, depois exigiu, por fim ameaçou a jovem de morte se não satisfizesse seus desejos. Mesmo temendo o pior, Maria resistiu dizendo que aquilo era um pecado mortal. Alexandre, transtornado por não alcançar seu intento, passou a golpear violentamente o corpo da menina.

Ela ainda foi levada com vida a um hospital, após ser vitimada com quatorze perfurações. E teve tempo de perdoar seu agressor, pedindo a sua mãe e seus irmãos que fizessem o mesmo, por amor a Jesus. Maria Goretti morreu no dia seguinte ao ataque, no dia 6 de julho de 1902. Quanto a Alexandre, foi preso, quase linchado e condenado a trabalhos forçados. Porém, depois de vinte e sete anos de prisão, foi solto por bom comportamento. Depois de ir a Corinaldo pedir perdão à mãe de Maria Goretti, ingressou num convento capuchinho, onde viveu sua sincera conversão até morrer.

Muitos milagres passaram a acontecer por intercessão da pequena menina virgem. A fé na sua santidade cresceu e espalhou-se de tal forma no mundo cristão que, em 1950, ela foi canonizada. Na solenidade, estava presente a sua mãe Assunta, então com oitenta e quatro anos, ao lado de quatro de seus filhos e Alexandre Sereneli, o agressor sinceramente convertido. O papa Pio XII declarou santa Maria Goretti padroeira das virgens cristãs. Até hoje continuam as romarias ao Santuário de Nossa Senhora das Graças, em Nettuno, onde se encontra a sepultura da santa, há dez quilômetros do povoado onde tudo aconteceu.

Fonte: Site Quiosque Azul.