Seguidores

TRADUTOR

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

ORAÇÃO E VIDA DE SÃO LONGUINHO




15-03

 São Longinho ou popularmente São Longuinho viveu no primeiro século, e dele muito se falou e escreveu, sendo encontrado em todos os registros contemporâneos da Paixão de Cristo.

 Existem citações sobre ele nos evangelhos, epistolas dos Santos Padres, e martirológicos tanto orientais como nos ocidentais.

 Estes relatos levaram a uma combinação de diferentes situações, mas, em todas foi identificado como um soldado centurião presente na cena da Crucificação. Os apóstolos escreveram que ele foi o primeiro a reconhecer Cristo como “o filho de Deus” (27,54 Mateus; 15,39 Marcos; 23,47 Lucas).

 Em meio ao coro dos insultos e escárnios, teria sido a única voz favorável a afirmar Sua Divindade.

Identificado pelo apóstolo João (19:34), como o soldado que “perfurou Jesus com uma lança”.
Fato este que o definiu como um soldado centurião e que lhe deu o nome Longuinho, derivado do grego que significa “uma lança”.
 Outros textos dizem que era o centurião, comandante dos poucos soldados que guardava o sepulcro do crucifixo, e que presenciava as crucificações, portanto presenciou a de Jesus.

Depois, da qual, se converteu.

Segundo a tradição, os crucificados tinham seus pés quebrados para facilitar a retirada da cruz, mas, como Jesus já estava com os pés soltos, um dos soldados perfurou o lado do seu corpo com uma lança. O sangue que saiu deste ferimento de Jesus respingou em seus olhos. Caindo em si, comovido e tocado pela graça, o soldado se converteu.
 Abandonou para sempre o exército e sua moradia, se tornou um monge que percorreu a Cesárea e a Capadócia, atual Turquia, levando a palavra de Cristo e mais tarde, promovia prodígios pela graça do Espírito Santo.

Entretanto, o governador de Cesárea, que estava irritado com a conversão de seu secretário, descobriu sua identidade de centurião e o denunciou a Poncio Pilatos em Jerusalém. Este, acusou São Longuinho de desertor ao imperador e o condenou a morte, caso não oferecesse incenso no altar do imperador, renegando a fé. Longuinho se manteve fiel a Cristo, por isto foi torturado, tendo seus dentes arrancados, a língua cortada e, depois, decapitado.

No Oriente são inúmeros os dias do calendário para as suas homenagens, o mais frequente ainda é em 16 de Outubro. Na Europa e nas Américas, a comemoração ocorre no dia 15 de Março, como indica o Livro dos Santos do Vaticano.

São Longuinho, à luz de muitas tradições, comumente é invocado pelos devotos para encontrar objetos perdidos. Os artistas ao longo do tempo foram atraídos pela singularidade de sua figura e o representaram em suas obras na cena da crucificação, com lança ou sem lança, mas sempre presente. Em Roma, na basílica de São Pedro, na base de um dos quatro pilares que sustentam a imensa cúpula que cobre o espaço do altar do trono do Sumo Pontífice, está a estátua do centurião São Longuinho, que foi o primeiro a acreditar na divindade de Cristo.


SÃO LONGUINHO NO BRASIL 


Há uma crença popular no Brasil, de que São Longuinho acha objetos perdidos. É só repetir:

São Longuinho, São Longuinho, se eu achar (nome do objeto perdido) dou três pulinhos e três gritinhos (Achei, São Longuinho. Achei, São Longuinho. Achei, São Longuinho.)


ORAÇÃO PARA SÃO LONGUINHO


Lembrai-vos São Longuinho, prodigiosamente tocado pela graça de Jesus agonizante em sua última hora que nunca se ouviu dizer que algum daqueles que recorrem a vossa proteção, fosse por vós desamparados.
Assim, dignai-vos interpor em meu favor, vossa valiosa intercessão perante a DEUS, para que conceda viver e morrer como verdadeira cristã e ainda me auxilie a encontrar. (dizer o nome da pessoa ou objeto desaparecido e rezar um pai nosso, uma ave Maria e fazer o sinal da cruz).


Que assim seja. 


segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS




A origem da devoção à Senhora das Candeias, (da Luz, ou da Candelária, ou da Purificação), todos estes nomes designam a mesma Nossa Senhora, tem o seu começo na festa da apresentação do Menino Jesus no Templo e da purificação de Nossa Senhora, quarenta dias após o seu nascimento (sendo celebrada, portanto, no dia 2 de Fevereiro).

De acordo com a tradição mosaica, as parturientes, após darem à luz, ficavam impuras, devendo inibir-se de visitar ao Templo até quarenta dias após o parto; nessa data, deviam apresentar-se diante do sumo-sacerdote, a fim de apresentar o seu sacrifício (um cordeiro e duas pombas ou duas rolas) e assim purificar-se.

Desta forma, José e Maria apresentaram-se diante de Simeão para cumprir o seu dever, e este, depois de lhes ter revelado maravilhas acerca do filho que ali lhe traziam, ter-lhes-ia dito: «Agora, Senhor, deixa partir o vosso servo em paz, conforme a Vossa Palavra. Pois os meus olhos viram a Vossa salvação que preparastes diante dos olhos das nações: Luz para aclarar os gentios, e glória de Israel, vosso povo» (Lucas, 2, 29-33).

Com base na festa da Apresentação de Jesus / Purificação da Virgem, nasceu a festa de Nossa Senhora da Purificação; do cântico de São Simeão (conhecido pelas suas primeiras palavras em latim: o Nunc dimittis), que promete que Jesus será a luz que irá aclarar os gentios, nasce o culto em torno de Nossa Senhora das Candeias, cujas festas eram geralmente celebradas com uma procissão de velas, a relembrar o fato.

APARÊNCIA

A Virgem das Candeias ou Luz apareceu em uma praia na ilha de Tenerife (Ilhas Canárias, Espanha) em 1400. Os nativos guanches da ilha ficaram com medo dela e tentaram atacá-la, mas suas mãos ficaram paralisadas. A imagem foi guardada em uma caverna, onde, séculos mais tarde, foi construído o Templo e Basílica Real da Candelária (em Candelária). Mais tarde, a devoção se espalhou na América. É santa padroeira das Ilhas Canárias, sob o nome de Nossa Senhora da Candelária.

INVOCAÇÃO E EXPANSÃO DO CULTO

Nossa Senhora das Candeias era tradicionalmente invocada pelos cegos (como afirma o Padre António Vieira no seu Sermão do Nascimento da Mãe de Deus: «Perguntai aos cegos para que nasce esta celestial Menina, dir-vos-ão que nasce para Senhora das Candeias [...]»), e tornou-se particularmente cultuada em Portugal a partir do início do século XV; segundo a tradição, deve-se a um português, Pedro Martins, muito devoto de Nossa Senhora, que descobriu uma imagem da Mãe de Deus por entre uma estranha luz, no sítio de Carnide, no termo de Lisboa. Aí se fundou de imediato um convento e igreja a ela dedicada, que conheceu grande incremento devido à ação protetora da Infanta D. Maria, filha de D. Manuel I e sua terceira esposa, D. Leonor de Áustria.

A partir daí, a devoção à Senhora das Candeias cresceu, e com a expansão do Império Português, também se dilatou pelas regiões colonizadas, com especial destaque para o Brasil, onde é a santa padroeira da cidade de Curitiba.


FONTE MILAGROSA DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS NA BAHIA

Local sagrado para muitos fiéis, este templo, criado no século XVIII, recebe uma grande quantidade de romeiros durante todo o ano. No mês de fevereiro, as visitas aumentam vertiginosamente; fato explicado pelas comemorações e homenagens à padroeira do município de Candeias. No local, há uma sala de ex-votos e uma belíssima fonte ornamental, onde as pessoas tocam as mãos, crendo no poder das águas. Trata-se da famosa Fonte Milagrosa de Nossa Senhora das Candeias, que fica aberta à visitação pública diariamente, das 6 às 18 horas. O monumento pode ser facilmente encontrado, pois fica na parte mais alta da cidade, em plena área urbana. Perto da fonte, ainda existe um comércio de artigos sacros, que incluem imagens, velas, miniaturas de santos, dentre outras peças.


LENDA DE NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS

A lenda de Nossa Senhora das Candeias é um mito sobre a fundação de Curitiba. Haveria uma imagem de Nossa Senhora das Candeias, localizada na capela do primeiro vilarejo da região, a Vilinha, ainda às margens do Rio Atuba (Curitiba). Todas as manhãs esta imagem estava voltada para uma dada direção. Interpretando como uma vontade da Santa, foi feito um contato com o cacique dos índios tingui, o cacique "Tindiquera". Este teria localizado o novo local e colocado uma vara no chão, dizendo "Coré Etuba", com o significado de "muito pinhão". Desta vara teria brotado uma frondosa árvore, sendo este o marco zero da cidade de Curitiba.

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS

Virgem Santíssima das Candeias, vós que pelos merecimentos de vosso Filho Onipotente, tudo alcançais em benefício dos pecadores de quem sois igualmente Senhora e Mãe.

Vós que não desprezais as súplicas humanas e nem a elas fechais o vosso coração compassivo e misericordioso.

Iluminai-me, eu vos peço, na estrada da vida, encorajai-me e encaminhai os meus passos e as minhas orações para o verdadeiro bem.

Livrai-me de todos os perigos a que está exposta à minha fraqueza. Defendei-me de meus inimigos, como defendeste o vosso amado Filho das perseguições que sofreu sendo menino.

Não consintais que eu seja atingido por ferro, fogo e nem por peste alguma, e depois de todos estes benefícios de vossa clemência nesta vida, conduzi a minha alma para a morada dos anjos, onde com Jesus Cristo, vosso Filho e Nosso Senhor, viveis e reinais, pelos séculos.

Que assim seja. 

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

PRECE A JESUS PARA NOSSA PAZ

Jesus meu Mestre, a Vós eu me dirijo, com a permissão de Deus Nosso Pai, implorando também a intercessão de Vossa Santa Mãe, a Virgem Maria, para que Vós meu Mestre amado, ouça a minha súplica.

Mestre eu sei que tenho muitas falhas em minha alma, sei que peco muitas vezes por omissão e também por não ouvir a voz que vem dos Altos através de sinais me alertando contra os perigos e mostrando as minhas falhas.

Sei Amado Mestre que sempre estás comigo e que sou eu que muitas vezes de Ti me afasto.

E apesar de ter toda esta consciência ainda assim não mudo minha forma de proceder.

Mesmo assim me atrevo a clamar por Vós e pelo Vosso socorro, pedindo que, por favor, oriente os meus passos, para que:

eu ande sempre com a verdade, por mais que ela possa me doer,

eu ande sempre com a humildade, lembrando-me sempre que nada sou,

eu ande sempre com o amor, colocando-o acima de tudo.

eu ande sempre com os braços abertos para receber todo irmão que em meu caminho encontre,

eu ande sempre com um sorriso para enxugar as lágrimas nos rostos dos desvalidos,

eu finalmente entenda que todos que vivem no mundo em que vivo são meus irmãos, portanto minha família perante o Pai, e por isto eu jamais me omita perante eles.

Somente assim eu finalmente encontrarei a paz e conseguirei sentir a Vossa Amorosa Presença, meu Mestre e Senhor de meus passos e caminhos.

Que assim seja.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

VIDA E ORAÇÃO DE SÃO MARTINHO I


 (13-04)

O papa Martinho I sabia que as consequências das atitudes que tomou contra o imperador Constante II, no século VII, seriam bastante graves.

 Nessa época, os detentores do poder achavam que podiam interferir na Igreja, como se sua doutrina devesse submissão ao Estado.

Martinho defendeu os dogmas cristãos, por isso foi submetido a grandes humilhações e também a degradantes torturas.

Martinho nasceu em Todi, na Toscana, e era padre em Roma quando morreu o papa Teodoro, em 649. Eleito para sucedê-lo, Martinho I passou a dirigir a Igreja com a mão forte da disciplina que o período exigia. Para deixar isso bem claro ao chefe do poder secular de então, assumiu mesmo antes de ter sua eleição referendada pelo imperador.

Um ano antes, Constante II tinha publicado o documento "Tipo", que apoiava as teses hereges do cisma dos monotelistas, os quais negavam a condição humana de Cristo, o que se opõe às principais raízes do cristianismo. Para reafirmar essa posição, o papa convocou, ainda, um grande Concílio, um dos maiores da história da Igreja, na basílica de São João de Latrão, para o qual foram convidados todos os bispos do Ocidente.
Ali foram condenadas, definitivamente, todas as teses monotelistas, o que provocou a ira mortal do imperador Constante II.

Ele ordenou a seu representante em Ravena, Olímpio, que prendesse o papa Martinho I. Querendo agradar ao poderoso imperador, Olímpio resolveu ir além das ordens: planejou matar 
Martinho.
Armou um plano com seu escudeiro, que entrou no local de uma missa em que o próprio papa daria a santa comunhão aos fiéis.

Na hora de receber a hóstia, o assassino sacou de seu punhal, mas ficou cego no mesmo instante e fugiu apavorado. Impressionado, Olímpio aliou-se a Martinho e projetou uma luta armada contra Constantinopla. Mas o papa perdeu sua defesa militar porque Olímpio morreu em seguida, vitimado pela peste que se alastrava naquela época.
Com o caminho livre, o imperador Constante II ordenou a prisão do papa Martinho I pedindo a sua transferência para que o julgamento se desse em Bósforo, estreito que separa a Europa da Ásia, próximo a Istambul, na Turquia.
A viagem tornou-se um verdadeiro suplício, que durou quinze meses e acabou com a saúde do papa. Mesmo assim, ao chegar à cidade, ficou exposto, desnudo, sobre um leito no meio da rua, para ser execrado pela população. Depois, foi mantido incomunicável num fétido e podre calabouço, sem as mínimas condições de higiene e alimentação.

Ao fim do julgamento, o papa Martinho I foi condenado ao exílio na Criméia, sul da Rússia, e levado para lá em março de 655, em outra angustiante e sofrida viagem que durou dois meses.

Ele acabou morrendo de fome quatro meses depois, em 16 de setembro daquele ano. Foi o último papa a ser martirizado e sua comemoração foi determinada pelo novo calendário litúrgico da Igreja para o dia 13 de abril.

fonte :bemzen.uol.com.br/noticias
]

ORAÇÃO A SÃO MARTINHO I

Ó Deus que destes ao Vosso Servo, S. Martinho I a Graça da fé firme, até o fim de sua vida, concedei-me a graça de sentir dentro de mim esta fé firme e segura para que eu jamais me desvie do caminho das Leis que Nosso Senhor Jesus Cristo tanto pregou e exemplificou em sua vinda à Terra, São Martinho I interceda por mim a Graça que peço ao Pai. Por Cristo Jesus.
Que assim seja. 


domingo, 28 de outubro de 2012

VIDA E ORAÇÃO DE SANTA MARCELINA

 
 Marcelina nasceu em Roma, em 327, na ilustre família dos Ambrosis, sob o Império de Constantino Magno. Em uma época de profundas mutações culturais, a família de Marcelina era aberta à religião cristã. Sua parente, Santa Sotera, morreu mártir, sob o reinado do imperador Dioclesiano.

O pai Ambrósio era prefeito romano e governou as Gálias (França). Ao ser eleito Governador das Gálias, em Treviri, para lá se transferiu com a esposa e dois filhos, Marcelina e Sátiro.

 Nos anos 340, nasceu o terceiro filho Ambrósio. Marcelina desfrutou, em Treviri, dias serenos, mas aos 13 anos de idade, com a morte precoce do pai, voltou para Roma, com a família. Antes dos 20 anos, perde também a mãe, ficando com a total responsabilidade da educação dos irmãos.

 Em Roma, Sátiro e Ambrósio, foram confiados aos melhores mestres, dedicaram-se com sucesso, a estudos jurídicos. Jovem, bonita, rica, nobre, Marcelina teve muitos pretendentes, mas em seu coração nasce o desejo de se consagrar a Deus, permanecendo virgem.

 Na Roma corrupta e pagã, era muito difícil compreender que uma jovem renunciasse à sua principesca fortuna e a um ilustre casamento. O povo não estava acostumado a essas ideias de pureza, bem-aventurança, vida nova, que Jesus trouxera ao mundo...

Agora isto era confessado publicamente. E bem ali, naquela época, em fase difícil da história, a semente de Cristo planta-se na vida de Marcelina: ela quer ser d'Ele. Para buscar coragem, visita muitas vezes as catacumbas dos cristãos que morreram pela Fé. Lá se sente consolada e compreendida. Marcelina tem a convicção de que Deus a quer para si. Deve ser coerente com a voz que fala mais forte dentro dela.

Retira-se, então, para um lugar tranquilo, na vila de Cernusco, perto de Milão e em contato com a natureza, decide: Farei o que Jesus disser... Na noite de Natal do ano 353, aos 25 anos, recebe das mãos do Papa Libério o véu da consagração total.

Sua decisão abala os habitantes dos palácios. Seus amigos não conseguem captar toda a dimensão do mistério... E os espectadores descobrem que o novo tempo, iniciado por JESUS CRISTO, está vivo e palpitante nesta jovem. É chegado o tempo em que a liberdade se faz nova. É a história da Boa Nova, que renasce. Marcelina, entregando-se deste modo a Deus, demonstra que é livre de tudo.

 Os que se entregam a Deus, colocam-se imediatamente a serviço dos irmãos. Marcelina intensifica a oração e o estudo das Sagradas Escrituras e acolhe, em sua casa, muitas companheiras, desejosas de serem orientadas no conhecimento do Senhor e de participarem, com ela, do socorro aos pobres e sofredores.

 Ao mesmo tempo, não descuidou da educação humana e cristã dos dois irmãos, logo solicitados para importantes cargos públicos. Em 372, Ambrósio foi eleito Governador em Milão. Sátiro foi nomeado para uma Prefeitura. Dois anos depois, chega a clamorosa notícia da eleição popular de Ambrósio para ser Bispo de Milão.

Para auxiliar o irmão em sua nova missão, Marcelina não hesitou em acompanhá-lo na sede milanesa. Marcelina foi, para Ambrósio e Sátiro, conselheira e mestra e continuou sua vida comunitária com as companheiras virgens que, com ela, vieram de Roma. Embora no silêncio de sua vida recolhida, desenvolveu um apostolado eclesial participando das ansiedades e solicitudes do Bispo Ambrósio, orientando-o a lutar corajosamente em defesa da justiça e da fé, a descobrir no mundo, os sinais da esperança.

Ambrósio teve grande estima por ela e propôs seu exemplo a muitas jovens que eram também chamadas por Deus a uma dedicação total. Marcelina pôde assistir seu irmão até o fim, na rápida enfermidade que lhe abriu as portas do céu, na madrugada do sábado santo, no dia 4 de abril de 397. Ela morreu poucos meses depois, a 17 de julho e foi sepultada em Milão, na Basílica Santa Ambrosiana. A voz do povo a proclamou santa. Na mesma vila de Cernusco, onde Marcelina partiu para a casa do Pai, teve início a Congregação das IRMãS MARCELINAS, fundada pelo Beato Luigi Biraghi, sob a proteção da Santa.

 Conforme o seu exemplo, a nova Congregação propõe-se a orientar, formar, educar os jovens e todos os que lhe são confiados, no caminho do amor, “ensinando-lhes Jesus”.

Realizam-se assim as palavras do seguirão...”



ORAÇÃO SANTA MARCELINA

I

Santa Marcelina que por amor a Jesus, viveste para semear o amor por todos caminhos que percorreste, a vós eu imploro em nome de Deus e de Nosso Senhor Jesus Cristo, que a minha fé se fortifique e que eu me transformando por ela, possa também semear o amor entre todos que vivem ao meu redor e entre aqueles que apenas rapidamente passam pelo meu caminho.

Que assim seja.

Reza-se um Pai Nosso e uma Ave Maria.

II

Ó Deus, que Vosso Filho Jesus Cristo, convertei meu coração, para que esteja sempre aberto a acolher meus irmãos e a levá-los a vos conhecer. Dai-me proclamar Vossa glória e Vossa bondade à terra inteira. Santa Marcelina rogai por nós.
Que assim seja.

terça-feira, 23 de outubro de 2012

ORAÇÃO AOS SETE ARCANJOS





Eu (fale seu nome) determino ao Universo que minha vida seja de fluidez e de Luz

Que os sete Arcanjos da presença possam estar junto de mim, me equilibrando, harmonizando e trazendo Luz e força para a minha vida.

Peço a Miguel que me defenda com sua força e que meus inimigos não possam me alcançar, que meu coração me alerte dos perigos e minha alma repouse em suas asas me trazendo força e equilíbrio para os momentos de turbulência.

Que Rafael me proteja em minha saúde e nos meus pensamentos, para que minha mente se encha de sabedoria e discernimento e eu possa aceitar aquilo que não posso mudar, que entre em minha vida um amor verdadeiro e leal, que minhas amizades sejam purificadas e fique na minha vida quem realmente faça parte.

Que Gabriel equilibre meus sentimentos e me ensine a força do perdão, que sua trombeta me anuncie coisas novas, abrindo caminhos entre as águas turbulentas, me arrebate em suas asas quando a traição se aproximar e que seus lírios sejam o anuncio das boas novas que estão entrando em minha vida.  

Que Uriel me proteja com seu escudo e seu fogo sagrado, me abrindo o caminho da prosperidade, da materialidade.

Grande Anjo do trono de Deus e Força Mágica esteja comigo no meu caminhar e me ensine o desapego e o poder que existe na renovação.

Que eu esteja protegido pelos quatro cantos, acima e abaixo, que os que me são queridos estejam sob suas asas e que os Sagrados seres de Luz estejam sempre comigo de dia e de noite me protegendo e guiando, intuindo e me dando sabedoria, amor, garra e coragem para trilhar a minha missão e um dia estar diante do Trono do Altíssimo.

Glórias e Louvores sejam dados a cada momento
Ao Santíssimo e digníssimo Sacramento (3X)


(autor desconhecido)

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ORAÇÃO A VIRGEM MARIA





Obrigada, Mãe Maria,

Por sua presença relevante,

Quando me sinto cansada peço teu abraço repousante,

Sempre me dás teu colo cativante,

Me falas em teu silêncio: "Filha, segue adiante",

Estarei contigo nessa caminhada incessante,

Tudo ficará bem, tudo está bem...

Ouvindo teu falar ... ao acordar,

Vejo minhas forças renovar,

Tudo entregas a Jesus,

Que ao te ouvir falar,

Diz Mãe: "Como posso te negar"...

Agradeço Mãe por me adotar,

Por sempre comigo ficar,

Não sei como,

Mas perto de mim sempre estás,

Sinto tuas bênçãos,

E o no meu caminho o teu iluminar,

Agradeço por sua doação,

Por teu imenso coração,

Um dia quero chegar...,

E só agradecer a você "Maria",

Por ter me ensinado como Caminhar,

Agradeço a Jesus também por sua mãe nos emprestar,

E sempre seus pedidos olhar,

Com tão grande amor que  nos dá,

O que nos irá fazer respirar,

Obrigada,
Obrigado,
Que assim seja.

Cibele Santos



domingo, 14 de outubro de 2012

ORAÇÃO A JESUS


Senhor Jesus,

dai-nos a paz, dai a paz para nossas famílias, nossos amigos, nossos filhos, nossos irmãos. Dai a paz, principalmente aos nossos inimigos e que eles possam perdoar-nos aquilo que lhes fizemos, nesta vida ou nas passadas.


Perdoe, Jesus, nossas faltas. Pedimos para que possamos com elas aprender e crescer. Crescer na espiritualidade, em direção a Cristo. Pedimos que não nos percamos em culpas inúteis, mas que possamos, simplesmente, não cometer os mesmos erros. E com isso, não precisarmos passar pelas mesmas provas.


Ajuda-nos, Senhor, para que possamos fazer sempre o bem, ajudar sempre ao próximo, sem com isso nos imiscuirmos no karma alheio. Ajuda-nos, Senhor, para que, sempre que ajudarmos alguém, possamos respeitar-lhe o livre arbítrio. Ajuda-nos, Senhor, para que não queiramos impor nossa vontade aos outros.


Esteja, Jesus, o Senhor e seus mensageiros sempre junto de nós, para que possamos sempre contar com o seu auxilio no nosso trabalho cotidiano, no nosso trabalho espiritual, na nossa vida.


Esperamos, Senhor, poder ser digno da sua ajuda e da sua confiança e que não O decepcionemos nunca. Que estejamos, Senhor, sempre prontos quando precisares de nós.


Sendo assim, Jesus, que a nossa vida seja sempre pautada pela Sua lei e pelos Seus desígnios.


Obrigada, Senhor, por tudo que temos, por tudo de bom que recebemos e por todas as provas que nos permitem crescer.


QUE ASSIM SEJA



 Silvia Fávero

terça-feira, 9 de outubro de 2012

ORAÇÃO AO DIVINO ESPÍRITO SANTO





Oh ! Divino Espírito Santo, a vós que me esclarecei, que iluminais todos os meus caminhos para que eu possa atingir a minha felicidade, que me concedeis um sublime dom de perdoar, esquecer as ofensas e até o mal que me tenham feito, que estais comigo todos os instantes de minha vida, eu quero humildemente agradecer por tudo que sou, por tudo que tenho e confirmar uma vez mais a minha intenção de nunca me afastar de vós, por maior que seja a ilusão material, com a esperança de um dia merecer e poder juntar-me a vós e a todos os meus irmãos na perpétua glória e paz.


Que assim seja.




A pessoa deverá fazer a oração 3 dias seguidos; dentro de 3 dias, será alcançada a graça por mais difícil que seja.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

ORAÇÃO AO SANTO ANJO DA GUARDA




INICIO

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Senhor Deus, Todo-poderoso, criador do céu e da terra. Louvores Vos sejam dados por todos os séculos dos séculos. Assim seja.

ORAÇÃO

Senhor Deus, que por vossa imensa bondade e infinita misericórdia, confiaste cada alma humana a cada um dos anjos de Vossa corte celeste, graças Vos dou por essa imensurável graça. Assim confiante em Vós e em meu santo anjo da guarda, a ele me dirijo, suplicando-lhe velar por mim, nesta passagem de minha alma, pelo exílio da Terra.

Meu santo anjo da guarda, modelo de pureza e de amor a Deus, sede atento ao pedido que vos faço. Deus, meu criador, o Soberano Senhor a quem servis com inflamado amor, confiou à vossa guarda e vigilância a minha alma e meu corpo; a minha alma, a fim de não cometer ofensas a Deus, o meu corpo, a fim de que seja sadio, capaz de desempenhar as tarefas que a sabedoria divina me destinou, para cumprir minha missão na terra.

Meu santo anjo da guarda vele por mim, abri-me os olhos, dai-me prudência em meus caminhos pela existência. Livre-me dos males físicos e morais, das doenças e dos vícios, das más companhias, dos perigos, e nos momentos de aflição, nas ocasiões perigosas, sede meu guia, meu protetor e meu guarda, contra tudo quanto me cause dano físico ou espiritual.

Livre-me dos ataques dos inimigos invisíveis, dos espíritos tentadores.

Meu santo anjo da guarda proteja-me.

Em nome de Deus que assim seja.



sábado, 29 de setembro de 2012

FESTA DOS ARCANJOS MIGUEL, GABRIEL E RAFAEL




Hoje, dia 29 de Setembro, celebra a Igreja Católica os três Arcanjos: São Miguel, São Gabriel e São Rafael. (Antigamente esta data era dedicada sómente ao Arcanjo S. Miguel, tendo sido o PAPA JOÃO PAULO VI que determinou que passasse a ser o dia dos três Arcanjos já mencionados).


O Arcanjo São Miguel - reconhecido, liturgicamente, como o "Chefe dos Anjos", é considerado o padroeiro e protetor da Igreja Católica Universal. Durante oitenta anos por imposição (e autoria) do papa LEÃO XIII, rogou-se, no final da missa, a São Miguel, através de uma oração que foi retirada quando da reforma litúrgica, por volta de 1960. Contudo, ainda hoje é mantida em certos atos da Igreja.

Eis a oração:

"S. Miguel Arcanjo, protegei-nos no combate, cobri-nos com o vosso escudo contra os embustes e ciladas do demónio. - Ordene-lhe DEUS, instantemente o pedimos: e vós, Príncipe da Milícia Celeste, pelo Divino poder, precipitai no inferno a Satanás e aos outros espíritos malignos que vagueiam pelo Mundo para perdição das almas. Assim seja!"


Chefe dos exércitos celestiais, da milícia celeste ou dos exércitos de luz, São Miguel Arcanjo é o anjo da Paz, do Arrependimento e da Justiça, citado na bíblia como “o grande Príncipe que defende os filhos do povo de Deus”. Ainda na bíblia pode ler-se que “houve uma grande batalha no céu e que o Arcanjo São Miguel e os seus anjos lutaram contra Satanás e as suas legiões, que foram derrotados, banidos dos céus e atirados para a Terra”. Lê-se também que o Arcanjo Miguel enfrentou o diabo e disse: «Que o Senhor te repreenda». Daí, São Miguel Arcanjo ser representado, iconograficamente, a atacar o dragão infernal. É São Miguel que nos defende e protege, com o grande poder que Deus lhe concedeu, contra os Perigos, as Forças do Mal e os Inimigos.

O seu nome traduzido liturgicamente será: «Quem é como Deus», ou «Quem é semelhante a Deus» ou ainda «Aquele que é como Deus». Sinónimo de vindimas e de colheitas, São Miguel Arcanjo tem ainda a função de guiar e conduzir as almas para o céu, depois de tê-las pesado na balança da Justiça Divina.
Embora nos Anjos haja hierarquias a verdade é que DEUS tem sete anjos sempre presentes (Tob. 12,15; Apoc. 21,9). 
Os Anjos são mais notáveis do que os Homens, pois, como diz Santo Agostinho, ultrapassam em perfeição todos os outros seres Criados por DEUS.
Há alguma dúvida quanto ao nome de três dos sete Anjos de DEUS. Assim, tanto a Igreja Católica, como a Judaica e até o Islão, concordam com quatro nomes dos Anjos, a saber: S.Miguel, S. Gabriel, S. Rafael e S. Ariel(Aneal+Uriel).

Os três restantes Anjos são S. Jofiel, S. Samuel e S. Ezequiel, ou, S. Barachiel, S. Sealtiel e S. Jehudiel.(?).


O Arcanjo São Gabriel – (guardião da terra e dos seus habitantes) significa "Varão de Deus", "Fortaleza de Deus" ou ainda "Deus forte".
Ele foi o escolhido, por DEUS, para trazer uma mensagem a Maria (Virgem Maria), anunciando-lhe o mistério da Encarnação do Verbo.
S. Gabriel, tomando forma humana, aproximou-se de Maria, que estava em Nazaré, e disse-lhe:
"Avé, cheia de Graça, o Senhor é Contigo".
Maria questionou-o. E o Anjo disse:
"Não temas Maria, porque achaste Graça diante do Senhor. Conceberás no teu seio e darás à luz um filho ao qual chamarás JESUS. Ele será Grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo (Luc 1,26-31)".
Mas Maria voltou a questionar o Anjo:
-Como poderei ser mãe se sou virgem?
-"Conceberás por Obra do Espírito Santo".
Maria então deu o seu consentimento e disse:
"Eis aqui a Escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a Tua Palavra".
Maria, segundo dados da própria fornecidos nas Aparições em "MEDJUGÓRIE", nasceu a 5 de Agosto do ano 16 a.C.; Gostava de José, um carpinteiro mais velho do que ela, que viria a salvá-la do "apedrejamento" e a casar com Ela, antes de Jesus nascer no ano 7 a.C. (segundo alguns escritos).

O Arcanjo São Rafael – chamado «Medicina de Deus» ou «Deus cura» – tem a seu cargo ajudar na cura dos doentes, sendo o guardião da saúde física e espiritual dos seres humanos.
...envolvido na cura de Tobias, um homem de negócios que havia ficado cego, ("teu pai recobrará a vista por meio do fel de um peixe"), e tendo-se verificado tal milagre, o filho deste, também de nome Tobias, querendo agradecer ao Anjo ouviu estas palavras:
"Bendizei ao Deus do Céu e Glorificai-O diante de todos os viventes".

Os três Arcanjos, São Miguel, São Gabriel e São Rafael representam o símbolo do Poder, da Fidelidade e a Glória dos Anjos.


segunda-feira, 24 de setembro de 2012

ORAÇÃO PARA LIBERTAÇÃO DOS VÍCIOS ARCANJO RAFAEL




ORAÇÃO PARA LIBERTAÇÃO DE VÍCIOS

Iniciar na 4ª. feira com vela de 7 dias verde.

Arcanjo Rafael, médico celeste, derrame sobre ( mim) ou sobre ................. seu poder curador, para que cada célula de meu ( seu) corpo seja carregada de força vital, e que seu organismo se recupere curando corpo e espírito com a graça Divina.
Peço ainda, com a sua permissão, ao coletivo dos elementais, que dilua na chama desta vela (verde) todas as energias negativas ou intrusas que possam estar atuando no (meu) corpo físico e emocional ou de ...................... sendo, agora, totalmente desmaterializadas.

Peço sejam reconstituídas todas as células e átomos do (meu) seu corpo físico, voltando assim à perfeita saúde, manifestação da harmonia.

AFIRMAÇÃO: (em voz alta, voltada para o Leste).

Arcanjo Rafael (eu)................... está completamente são de corpo, alma e espírito. Está livre de miasmas, larva astral, obsessores e findas todas influências negativas. Todo desânimo, tristeza, cansaço, ansiedade e dores se foram, deixando em seu lugar boa disposição, ânimo, alegria de viver e força para o trabalho.

(Minha) Sua capacidade imunológica está perfeita e afastado todos os vícios e dependência.

Há confiança em Deus e no futuro. Esta realmente feliz ama e (sou) é amado.

Fazer 21 dias seguidos. Se esquecer, comece novamente.
OBS: Se for para você mesmo use o meu, minha, se for para outra pessoa fale o nome e use o seu, sua.



terça-feira, 18 de setembro de 2012

ARCANJO MIGUEL MANTRA DE PROTEÇÃO




 MANTRA DE PROTEÇÃO


Arcanjo Miguel, Senhor da espada de luz.
Com a tua espada, corta todo mal.
O mal não tem poder algum.
Por que tu o venceste desde a primeira hora.

Arcanjo Miguel, sê meu Guia sempre.
Em ti confio, pois defendes as causas justas.
Sei que estarás, a meu lado sempre.
Nada temerei, pois o Mestre, a ti me confiou.

Arcanjo Miguel, eis aqui a tua espada.
Afasta de mim os feitiços e a má sorte.

Que os meus inimigos tenham olhos e não vejam,
boca e não falem, ouvidos e não ouçam.

E eu, coberto com o teu manto, passo segura sem medo algum, pois não estarei só.

Assim se faça, está feito e selado.